Enquete
Qual é a sua formação profissional?
Téc. de Seg. do Trabalho
Eng. de Seg. do Trabalho
Técnico em Enfermagem
Enfermeiro do Trabalho
Médico do Trabalho
Bombeiro
Recursos Humanos
Outros
Ver Resultados

AÇÃO SOCIAL

 

EVENTOS

 

 

 

VIDEO EM DESTAQUE

TREINAMENTO EM QSMS


Segurança
Segurança

 

  Uma das áreas que mais se destaca no mercado de trabalho, é a segurança do trabalho, Que são normalmente composta pelos seguintes profissionais: Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem, Engenheiro de Segurança do Trabalho e Médico do Trabalho. 

 

  Esse profissionais são baseadas na NR 4, como deve ser feito o levantamento para saber quais profissionais sua empresa deve contratar, vincula-se à gradação do risco da, atividade principal e ao numero total de empregados do estabelecimentos, (verificar quadro I e II, anexo a NR 4).

 Vale apena ressaltar que as empresas que possuam mais de 50 (cinqüenta) por cento dos seus colaboradores em estabelecimento com atividade cuja a graduação de risco seja superior a atividade principal deverão dimensionar os Serviços Especializados em Segurança e Medicina do Trabalho, em função do maior grau de risco.

Como descobrir o dimensionamento dos SESMT? Observe o exemplo abaixo.

1.    Verifique o CNAE da empresa onde irá atuar o SESMT.

2.    Verifique quantos funcionários a empresa possui.

 

  

 Dimensionamento do SESMTFonte: NR 4                                                                                                                                           

 

A IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO DO ACIDENTE


Acidente é, por definição, o acontecimento que determina, fortuitamente, dano que poderá ser à coisa, material, ou pessoa. Acidente do trabalho, por definição legal, é aquele que ocorre pelo exercício do trabalho, a serviço da empresa, provocando lesão corporal, perturbação funcional ou doença que cause a morte, perda ou redução (permanente ou temporária) da capacidade para o trabalho.

Lesão Corporal é o dano anatômico, tal como a ferida, a fratura, o esmagamento, a perda de um pé, etc.

Perturbação Funcional é o dano, permanente ou transitório, da atividade fisiológica ou psíquica, tal como a dor, a perda da visão, a diminuição da audição, convulsões, espasmos, tremores, paralisia, anquilose ( perda dos movimentos articulares), perturbação da memória, da inteligência ou da linguagem, etc. Nesses casos, o trauma é concentrado, a eclosão é súbita, a sintomatologia é bem manifesta e a evolução é, até certo ponto, previsível. A separação da lesão corporal da perturbação funcional é, em geral, teórica; a perturbação funcional decorre, quase sempre, de uma alteração anatômica, mesmo que não seja perceptível à vista desarmada.



 

Tipos de acidentes do trabalho

Os acidentes do trabalho poderão ser classificados como: acidentes típicos, acidentes de trajeto e doenças ocupacionais.

Acidentes Típicos: São todos os acidentes que ocorrem no desenvolvimento do trabalho na própria empresa ou a serviço desta.

Acidentes de Trajeto: São os acidentes que ocorrem no trajeto entre a residência e o trabalho ou vice-versa.

Doenças ocupacionais: São doenças causadas pelo tipo de trabalho ou pelas condições do ambiente de trabalho.


O que devo fazer quando me acidentar?

O acidentado deverá realizar os seguintes procedimentos:

Acidente Típico ou Doença Ocupacional:
• Comunicar a sua chefia direta;
• Procurar o atendimento médico ou Hospital. Não recomendamos que a vítima de acidente de trabalho procure seu Convênio Médico, pois, os convênios não cobrem custos com os procedimentos realizados em casos de acidentes do trabalho.
• Comunicar o SESMT, para realizar a investigação do acidente e abrir a CAT (Comunicado de Acidente do Trabalho).

Acidente de Trajeto:
• Comunicar a sua chefia direta;
• Procurar o atendimento médico ou Hospital. Não recomendamos que a vítima de acidente de trabalho procure seu Convênio Médico, pois os convênios não cobrem custos com os procedimentos realizados em casos de acidentes do trabalho.
• Comunicar o SESMT, para realizar a investigação do acidente e abrir a CAT (Comunicado de Acidente do Trabalho).
• Realizar a abertura de B.O.(Boletim de Ocorrência), somente nos casos de acidentes de trajeto que envolvam a colisão ou queda de veículos automotores;
• Possuir no mínimo duas testemunhas;

OBS: Todo acidente de trabalho, exceto doença ocupacional, deve ser comunicado ao Ambulatório Médico ou SESMT, até 24 horas após o acidente.




Comunicação de acidente de trabalho O que é CAT ? CAT Online, como fazer o download
A Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) é um formulário preenchido pelo SESMT ou RH, com a finalidade de informar à Previdência Social sobre os acidentes de trabalho ocorridos com seus funcionários, mesmo que não haja afastamento das atividades, até (24 Hrs) o primeiro dia útil seguinte ao da ocorrência.